A Preguiça

O trabalho é uma estupidez.
– Não vim ao mundo a trabalho, vim a passeio – dizia Jorginho Guinle, famoso play-boy carioca, que havia herdado o Copacabana Palace. Vendeu sua parte no hotel, estimou seu tempo de vida e planejou gastar tudo ao longo de regalada existência. Mas demorou morrer, chegando a passar necessidades no fim.

Jorge Guinle,(1916- 2004) herdeiro milionário pertencente a uma família tradicional da elite financeira carioca. Orgulhava-se de ter gasto uma fortuna equivalente a cem milhões de reais que lhe foi deixada de herança. “Vivi o que quis, quando eu quis”1.

– A maior hipocrisia é aposentado procurar serviço dizendo que não consegue ficar parado – diz meu amigo Mauro Queiroz, que se orgulha de não mais trabalhar.
– Como se acostumou à inatividade? – questionei…

Texto Completo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *